Apenas gotas...

8 de maio de 2009

Gotas... um monte delas. Chuva. O que significa para mim? Nada de mais... apenas inicio do tédio, que perdurou durante uma semana e que ainda dura! O que significa para os outros? Impaciência no transito daqueles que ficaram horas parados no engarrafamento, medo daqueles que pensaram que poderiam perder seus carros ou serem assaltados, prejuízo daqueles que tiveram algo danificado ou que deixaram de ganhar, mas nada, absolutamente nada, se compara a angustia de ver sua casa despencando do barranco ou prestes a desabar por causa das rachaduras causadas por gotas... tão pequenas e insignificantes. O local em que você repousa das batalhas e das guerras diárias, o local que você tem certeza de que está seguro e pode baixar a guarda, o local da sua família, pra mim o local mais sagrado do que a própria igreja. Nada se compara a vida perdida daqueles que ficaram presos nos escombros ou daqueles que foram engolidos pela água. Assim como as gotas se unem para formar a chuva e dessa forma causar, junto com vários outros fatores, desastres e dor, nós podemos ser gotas para melhor. Deixo aqui a mensagem implícita para que cada um reflita no que pode ser melhor.

O Lapso

8 Reações:

Rodrigo disse...

Só não concordo com o superior caráter sacro!

Anônimo disse...

Muita chuva. Muito frio.
Já basta de tantas gotas. Afinal de contas, eu moro em Salvador, na cidade do verão, do sol, das praias.

Quero um pouquinho de calor.

Ioh.

Luciano disse...

Bala o texto Bruninho hehe
=****

Alexandre Noya disse...

A chuva veio e foi. Todo ano ela volta mas os problemas são recorrentes. Não acha?

O Lapso disse...

Sempre piora.

Ioh. disse...

É preciso atualizar, amigos.

O Lapso disse...

Está mais que atualizado.

Por agora, só necessito de glosas.

Ass.: "Anônimo"

PS.: Tudo muito implícito e de certa forma explicito.

Anônimo disse...

Muiiito bom em! :O
tu tens talento! ;)